Ouça a UELFM                             
Produção
Divisão de Jornalismo UEL FM
Eliete Vanzo (elietevanzo@gmail.com)
Valéria Giani
Patricia Zanin (patriciauelfm@gmail.com)





Contato: (43) 3348-5025
uelfmnoticia@gmail.com
 
Jornalismo

Água no Brasil
09/04/2019

A série "Água no Brasil: um direito não reconhecido" vai ao ar nesta quarta e quinta, às 16h30, no programa Modos de Vida. Finalista do prêmio Vladimir Herzog 2018, a produção é dos jornalistas Theresa Klein e Leno Falk, da Agência Radioweb, de São Paulo.

São cinco episódios, de 10 minutos cada. A série rendeu outros prêmios aos repórteres: o ARI Banrisul de Jornalismo, da Associação Riograndense de Imprensa; o segundo lugar no prêmio José Lutzemberger, de Jornalismo Ambiental; e a menção honrosa no prêmio de Jornalismo do Movimento de Direitos Humanos.

O material levou oito meses para ser produzido. Segundo Theresa e Leno, a água não é um dos direitos sociais previstos na Constituição Federal, que completou 30 anos em 2018.

Eles explicam que o Brasil é signatário de um documento do comitê da Organização das Nações Unidas (ONU) para direitos econômicos, sociais e culturais, de 2002, segundo o qual a água é um direito humano e todos devem tê-la de forma suficiente, segura e acessível.

Ainda de acordo com a ONU, três em cada quatro empregos no mundo (como agricultura e indústria) dependem diretamente da água. 

A primeira reportagem mostra que mais da metade dos brasileiros não têm acesso à coleta de esgoto e mais de 35 milhões não têm acesso à água tratada. Os dados são do Instituto Trata Brasil.

E quando essa água recebe tratamento, o desperdício oscila entre 40% e 70% por causa de falhas estruturais como vazamento, diz a Agência Nacional das Águas. O Paraná é apontado como o Estado que tem um dos menores índices de perda de água do País: 32%.

A série também critica a falta de prioridade do Estado brasileiro em investir em água e saneamento. Uma das consequências é a demora para a universalização do atendimento, que só deve ser alcançada em 2054. A reportagem ainda traz a experiência de Israel de dessalinização da água do mar, demanda que também tem o estado do Ceará. 

Prêmio - A Rádio UEL FM veiculou, semana passada, quatro reportagens do Vladimir Herzog. A vencedora do prêmio, a série "Trans: o difícil caminho para a educação", do repórter Marcelo Andrade, da CBN. Outras duas reportagens reproduzidas tiveram menções honrosas na premiação: as séries "Correntes invisíveis", das repórteres Queila Ariadne e Ana Paula Pedrosa, da Rádio Super Notícia, de Belo Horizonte, e "Mulheres no Cárcere", de Danyele Soares, da Rádio Nacional de Brasília, da Empresa Brasil de Comunicação.

Também mostramos o trabalho da repórter Kariane Costa, da Rádio Nacional de Brasília, finalista do prêmio pela série "O povo venezuelano e a crise"

 
ÁUDIOS DO ARQUIVO (clique para ouvir)


Não há áudios para esta data.
ARQUIVOS
2021
2020
2019
2018
2017
2016
DEZEMBRO
NOVEMBRO
OUTUBRO
SETEMBRO
AGOSTO
JULHO
JUNHO
MAIO
ABRIL
MARÇO
FEVEREIRO
JANEIRO
2015
DEZEMBRO
NOVEMBRO
OUTUBRO
SETEMBRO
AGOSTO
JULHO
JUNHO
ABRIL
MARÇO
2014
DEZEMBRO
NOVEMBRO
OUTUBRO
SETEMBRO
AGOSTO
JULHO
JUNHO
MAIO
ABRIL
MARÇO
 
2008 UELFM 107,9 Música e informação em movimento - Todos os direitos reservados

Campus Universitário s/n - CEP 86.051-990 - Londrina-PR - Atedimento (43) 3348-5027 - Jornalismo (43) 3371-4681
Desenvolvimento IMAGINACOM